• bannerSitePSDM3jan2020.jpg
Notícias
  Segunda, 9 Dezembro 2019

Os deputados do PSD/M na Assembleia da República reuniram-se hoje com a delegação regional da Liga dos Antigos Combatentes para assinalar a importância da aprovação de um Estatuto para aqueles que defenderam o seu país na guerra do Ultramar.

Uma matéria que, segundo Sérgio Marques, estará em discussão no Parlamento nacional muito brevemente, tendo salientando que a aprovação deste estatuto é "crucial" e "já tarda há muito tempo", uma vez que "há mais de 40 anos que os antigos combatentes não vêem reconhecido todo o contributo que deram, enquanto cidadãos, pela defesa da Pátria".

"É importante nós respeitarmos este contributo e estabelecermos um estatuto que dignifique os antigos combatentes", afirmou o deputado. 

E foi por esse motivo que os deputados social-democratas quiseram ouvir também as preocupações e reivindicações dos antigos combatentes madeirenses relativamente às propostas que estarão em debate na Assembleia da República para que, melhor informados, possam levar as mesmas à discussão. 

"Quisemos deixar aqui o nosso compromisso de que tudo faremos para que este legado pela Pátria possa ser honrado, finalmente, pela Assembleia da República", sublinhou Sérgio Marques, acrescentando que "é o mínimo que podemos fazer por tudo aquilo que estes homens, e foram centenas de milhares deles, fizeram em defesa da Pátria".

Sobre os benefícios trazidos pelo novo Estatuto, o deputado do PSD afirmou que é fundamental reconhecer alguns direitos em termos económicos e sociais, estabelecendo uma pensão mínima e apoios ao nível da saúde.

Contudo, acima de tudo, disse ser necessário que "se reconheça a importância do papel que estes cidadãos tiveram na defesa da Pátria", defendendo a atribuição de um cartão do Antigo Combatente.